Sinais de que nem tudo está tão bem

colapso da humanidade


Sinais de que nem tudo está tão bem


ou O melhor momento de preparar seu plano B é AGORA!

[ADVERTÊNCIA]: ESSE TEXTO PODE DESENCADEAR PROCESSOS EMOCIONAIS COMPLEXOS, EMOÇÕES FORTES, REVOLTA, SÍNDROME DE HERÓI OU DESEJO DE MUDAR O MUNDO. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS PROCURE DESCOBRIR COMO O SOBREVIVENCIALISMO PODE AJUDAR VOCÊ A FAZER SEU PLANO B

Por pura teimosia da chuva que insiste em cair do céu, inundações em diversos lugares acontecem ao mesmo tempo. Bonitos tornados e tufões já fazem parte do dia a dia de MG. Os plásticos boiando nos oceanos não são culpa de ninguém. Uma simples sigla, a TTIP, afronta toda a Europa. Já tem uma equipe de cientistas pensando em criar um produto de beleza com a água dos mares acidificados. Um mini furacão passeia pelo litoral de SP e a TV não mostra. Poluir está na nossa programação mental e automação nas atividades mais corriqueiras, mas a compensação ambiental é somente uma questão de aplicação de leis às grandes corporações. A água parece que vai valer ouro, mas tem países que estão se preocupando apenas em como repatriar o vil metal. Descobriu-se mercúrio nos mares da China, mas estão verificando se é um evento natural. Enquanto lá nos EUA, Trump proíbe o jazz, os políticos brasileiros obrigam os cidadãos a engolir pizza. Um meteorito caiu próximo ao RJ, mas só avisou sua chegada aos militares. Parece que novos vulcões “nasceram” em vários lugares do planeta e estão dando show de terror por ai. Na pacata cidade de Paracatu, MG… esquece, essa é melhor você nem saber…. Já pensou em fazer o seu plano B?

Se você jogar no Google “bancos que quebraram”, seu queixo cai. A barragem desmoronada que abalou três estados brasileiros e cujos efeitos nefastos perdurarão por muitos anos, é um total mistério, já que as leis não conseguem enquadrar. O Petróleo e a Guerra namoram há décadas, mas agora acho que eles vão casar. Os chineses dormem de máscara no rosto, talvez até com balão de oxigênio. Existe a lenda de que os bens naturais são patrimônio universal e atemporal, mas não sabemos por que deixamos uns poucos hiper ricos ficarem com o que pertence também ao resto de miseráveis deste mundo e as gerações subsequentes. Não conseguimos ler o que tem dentro das embalagens dos remédios nem das caixas coloridas do mercado, porque as empresas colocam tudo em letrinhas bem pequenas, e juram que é isso que a lei manda fazer. O mineroduto que aflige 35 cidades, do coração de MG ao noroeste do RJ, acaba de fechar as portas e o dono volta pro seu país dizendo apenas um “bye-bye”. Na cabeça de muita gente o PIB ainda é vedete, mesmo com desaceleração da economia, desemprego e inflação. Os caras que pensam em biotecnologia não conhecem bioética. A globalização passa na TV, mas são as poderosas M’s que fazem o agendamento. Os peixes de todos os oceanos sumiram: eles devem ter ido para o Alaska, porque lá o mar ainda parece não estar superaquecido. Um por cento da população do globo, que faz careta e diz que aquecimento global é uma farsa, está parcelando a compra da passagem para marte. Esse é o plano B de 0,5% da população que são super ricos. Os donos das maiores empresas de todo o mundo estão se unindo e agindo em outras esferas de interesses, se é que você me entende… E é nesse ponto que Cérebro responde ao Pink: “Tentar dominar o mundo”!


Enquanto isso, 96% das pessoas continuam ligando suas TV’s e sentando no sofá. Elas sonham que tudo está bem.  “Plano B? Que nada, isso é coisa de lunático”, pensam elas. Apenas 3% da população acordou para a real situação em que estamos vivendo e o que ainda está por vir nas próximas décadas. Só que um terço deles se desesperou e está buscando salvação na Cientologia ou em uma das outras tantas incríveis religiões extraterrestres, afinal de contas, eles não tem grana para a passagem a marte. Se iludem como os jogadores da loteria que acham que ser rico é solução…

Se tudo o que você leu te causou incômodo, você certamente também percebeu que, individualmente você pode fazer pouco ou nada para mudar o atual quadro político, social, econômico, cultural, ecológico e climático do mundo. Ou pior, sacou que coletivamente falando, as possibilidades de unanimidade de opinião ou de ações conjuntas que promovam um retrocesso de alguns dos problemas, são estatisticamente nulas. Daí que você se pergunta: como sobreviver a um mundo que resiste às mudanças?

Você chegou até aqui? Parabéns: você é candidat@ a ser parte daquele um por cento de seres humanos que ainda terão chance durante os momentos de caos, pois estão buscando informações, técnicas, táticas e meios de conseguir sobreviver às crises e intempéries. 

Pense: você pode significar o futuro da raça humana e você tem quase o dever de permanecer vivo, pois será você que ajudará a criar a próxima sociedade que porventura surgir.


Agora é tudo ou nada!

Partiu montar um plano B?



Fonte: 

A Sobrevivencialista

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();