Curso de Recarga de Munição

recarga de munição


Curso de Recarga de Munição



Recarga de munição de rifles com uma prensa de estação única. 


Durante o mesmo faremos uso de apenas isso, uso de apenas duas matrizes, uma para moer - destravar e outra para lançar o projétil, uma vez que vamos supor que se trata de munição para usar em um rifle de ferrolho


Existem duas outras matrizes para recarregar munição de rifle que não usaremos, as matrizes de crimpagem e as matrizes de esmerilhamento de pescoço.

O primeiro é normalmente usado quando a munição é destinada a um rifle do tipo semiautomático e precisamos fechar o pescoço para evitar que as balas afundem durante a alimentação. O segundo é utilizado quando a munição é destinada ao mesmo rifle que o disparou anteriormente, portanto já possui o formato da culatra do mesmo e só precisamos retificar o pescoço.


Então vamos lá...



 

1- Introduzimos as cápsulas no “tumbler” para limpar, e deixamos limpar por meia hora. Podemos adicionar um aditivo para reforçar a limpeza do granulado. 

 


 

2 - Colamos o granulado de limpeza para as cápsulas e assim removemos as cápsulas limpas. Usamos um balde e um filtro específico.

 


 

3 - Colocamos as cápsulas limpas sobre uma mesa contendo cápsulas do tamanho adequado ou usamos uma mesa universal, que pode ser usada com uma ampla gama de medidores.

 


 

4 - Instalamos o pistão que calibra e modela a cápsulaPara calcular a altura correta, levantamos o êmbolo da prensa até o topo e o ajustamos rosqueando a Matriz, deixando um milímetro de espaço entre eles. Protegemos o pistão com a porca de bloqueio.

 


 

5 - As cápsulas de rifle amassadas precisam ser lubrificadas antes de serem esmerilhadas. Utilizamos uma mesa de engraxamento, para isso a impregnamos com óleo específico e rolamos as cápsulas. Você tem que ter cuidado para não exagerar na lubrificação.

 


 

6 - Passamos a recalibrar e extrair os pistões das cápsulas, estes últimos se foram usados. A propósito, novas cápsulas também são recalibrados; é um erro comum de novatos não o fazer.

 


 

7 - Colocamos as cápsulas em outra mesa porta-cápsulas ou sobre a mesma para que possamos diferenciá-las claramente.

 


 

8 - Verificamos o tamanho da cápsula, pois dependendo de vários fatores (bitola, headspace, tipo de latão, etc.) o pescoço da cápsula pode ter esticado. Em geral, podemos precisar apará-las após a quinta recarga.

 


 

9 - Se necessário, nós os aparamos/recortamos com um aparador de cápsula, em inglês “trimmer”. Para isso, usaremos os acessórios correspondentes para esse calibre. Existem variantes elétricas e manuais.

 


 

10 - Verificamos se as dimensões estão corretas, para isso utilizamos o paquímetro novamente.

 


 

11 - Removemos quaisquer rebarbas que possam ter se formado no pescoço da cápsula, tanto interna quanto externamente, com uma ferramenta específica conhecida em inglês como “deburring tool”.

  


 

12 - Na próxima etapa procedemos ao enchimento das cápsulas. Podemos fazer isso com uma braçadeira manual para cápsulas.

 


 

13 - Outra opção é montar um puncionador na prensa. Nós montamos o dispositivo.

 


 

14 - Instalamos na prensa. É um pouco mais complexo do que o êmbolo manual, o que nos permite realizar a tarefa de forma mais confortável, independentemente da prensa.

 


 

15 - Prosseguimos para encher as cápsulas.

 


 

16 - Com as cápsulas recalibradas e parafusadas, o próximo passo é recarregá-las com a quantidade de pó que consideramos adequada, de acordo com tabelas do fabricante do pó ou livro de recargas , para o peso de ponta escolhido.

 


 

17 - Podemos recarregar as cápsulas com um prático cómodo dispensador de pólvora eletrónico. Onde for necessário apenas indicar, digite a carga e o distribuidor irá atendê-la precisamente de forma automática.

 


 

18 - Como outros dispensadores eletrônicos, é muito sensível a lâmpadas fluorescentes e telefones celulares, que podem alterar sua precisão. Com uma panela/pote específica, despejamos seu conteúdo dentro da cápsula.

 


 

19 - Outra opção é utilizar um dispensador de pó manual, como o dispensador de pó Lyman 55, um granulador e uma balança eletrônica.

 


 

20 - O processo é visivelmente mais lento, já que o dispensador manual geralmente não é tão preciso, então a carga deve ser finalizada com o granulador (o item vermelho na imagem).

 


 

21 - Vamos separar os cápsulas recarregadas das vazias, para evitar uma carga dupla ou cápsulas sem carga por confusão.

 


  

22 - Instalamos a matriz que é responsável por assentar o projétil. Como no caso da matriz de desengate, deixamos um milímetro de distância entre o curso máximo do pistão e a base da referida matriz.

 


 

23 - Como no caso da pólvora, consultaremos as tabelas fornecidas com a caixa de matrizes ou um manual de recarga, para determinar as margens da dimensão.

 


 

24 - Afrouxe o regulador de profundidade para inserção do projétil. Seguramos o projétil com a mão enquanto empurramos o êmbolo através da alavanca da prensa.

 


 

25 - Iremos ajustar progressivamente a altura desejada do cartucho, girando o regulador na cabeça da matriz.

 


 

26 - Verificamos as dimensões do cartucho com paquímetro e fazemos os ajustes necessários, até que a medida desejada seja alcançada.

 


 27 - Nosso cartucho está pronto para ser disparado.

 


Agora que você sabe como recarregar um cartucho de rifle, obtenha todo o equipamento para recarregar sua munição de forma tradicional em sua própria oficina de recarga de munição.




_______________________________________________________


Sabemos que o Custo Elevado da Munição Acaba
Dificultando em nossa Vida como Atirador Esportivo, Caçador
ou até mesmo Intrutor de Tiro.

Aprenda a Recarregar Todos os Tipos de 
Munições para Armas Curtas! 

Clica na imagem e inicie hoje o treinamento!



_______________________________________________________



Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.