Rússia conclui primeiro fuzil de precisão do mundo com alcance de 7 quilômetros

 



Rússia conclui primeiro fuzil de precisão do mundo com alcance de 7 quilômetros



Com maior alcance do mundo, arma está prestes a mudar todo o mercado de fuzis de precisão. Modelos entrarão em teste em novembro e começarão a ser vendidos a partir de fevereiro de 2022."

A empresa Lobaev Arms anunciou no final de agosto a conclusão do desenvolvimento da primeira versão do fuzil de precisão DXL-5, capaz de atingir alvos a até sete quilômetros de distância.

Os testes começarão a ser realizados em novembro, e, em fevereiro de 2022, a Lobaev Arms entregará o primeiro lote de DXL-5s para um cliente estrangeiro não identificado. 

O Exército russo ainda não comprou ou mostrou interesse na arma.

“O Exército russo já tem fuzis de precisão SVD e KORD da época soviética e não precisa de nenhum novo. Temos um contrato estrangeiro para o desenvolvimento de um DXL-5 no cartucho .50 BMG e investimentos para a criação de uma nova geração de munição que será capaz de aumentar drasticamente a capacidade dos atiradores”, afirma Vlad Lobaev, engenheiro-chefe e proprietário da Lobaev Arms.

A nova arma permitirá que o atirador que normalmente acerta alvos posicionados de 1 km a 2 km atinja alvos situados a até 3 km de distância. Um atirador que já opera em distâncias de até 2,5 km será capaz de atingir alvos de forma estável a 4 km de distância.

A versão esportiva do fuzil de precisão militar DXL-5, equipado com a nova geração de munição (que está sendo desenvolvida), será capaz de atingir alvos a até 7 km de distância.

“Criamos quatro tipos de munição em calibres diferentes. Testaremos cada um deles em novembro na plataforma DXL-5 e vamos escolher os dois mais adequados para realizar tiro de precisão e letal em distâncias tão longas”, diz Lobaev.


Precisão como arma do negócio

Atualmente, os fuzis mais potentes do mercado são os rifles de precisão de cartucho .50 BMG. Os mais famosos são os criados pela Barrett Firearms Manufacturing.

Os fuzis têm algumas das munições mais poderosas do mundo, o que permite aos militares da Otan imobilizar veículos blindados a até 2 a 3 km de distância. O principal revés da arma, porém, é a precisão do tiro - de 1,5 a 2 MOA (minutos de ângulo) a essa distância. Isso significa que os tiros podem desviar meio metro do alvo esperado. Essa é a principal razão pela qual o .50 BMG é ótimo contra blindados e desfavorável contra atiradores camuflados.

“Todos os fuzis de precisão, munições e plataformas modernas atingiram seus limites físicos (...). Os exércitos precisam de uma arma consistente para os atiradores, que lhes permita conduzir as operações com mais eficácia nas realidades da guerra do século 21. Para simplificar, ficar mais longe do que os atiradores inimigos e eliminá-los de distâncias que eles não notarão”, diz Ivan Alekseev, ex-atirador da unidade de Operações Especiais da Rússia.

A primeira empresa a apresentar ao mercado um fuzil de tiro longo com munição de nova geração irá provavelmente estabelecer contratos multimilionários, segundo o ex-atirador.

Segundo a Lobaev Arms, seus fuzis de precisão DXL-5 com cartucho .50 BMG custarão em torno de US$ 25.000 por unidade e estarão à venda a partir de fevereiro de 2022. A versão capaz de atingir alvos a até 7 km de distância custará mais, devido à sua singularidade.


Fonte:



_______________________________________________________

O Guia do Atirador!  

 

Você já pensou em ter sua CR (Certificado de Registro)?

Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.


Clica na imagem e solicite seu manual!



_________________________________________________________


Nenhum comentário