Rússia: "Patriotas devem ser criados desde a infância"

Crianças marcham nas ruas em Zaozyorsk no Dia da Vitória.
(Administração da cidade de Zaozyorsk)


Rússia: "Patriotas devem ser criados desde a infância"


Por Atle StaalesenThe Barents Observer, 10 de maio de 2021.

Tradução Filipe do A. Monteiro, 10 de maio de 2021.



Vestidos com uniformes militares, crianças em idade pré-escolar no Dia da Vitória marcharam nas ruas da cidade naval fechada de Ozyorsk junto com submarinos e tropas locais. (Vídeo)

“A participação dos pré-escolares nas celebrações festivas é um indício de que as tradições não só se preservam, mas também se estendem!”, disseram líderes do jardim de infância Skazka (Conto de Fadas) em Zaozyorsk.

“Os patriotas devem ser criados desde a infância!” eles sublinham.

Crianças e jovens participaram dos desfiles do Dia da Vitória deste ano em toda a Rússia. Mas em poucos lugares, eles eram tão jovens quanto em Zaozyorsk. Fotos e vídeos do desfile local de 9 de maio mostram 30 crianças em idade pré-escolar, metade deles meninos vestidos com uniformes camuflados, e a outra metade - meninas vestidas como enfermeiras militares, marchando pela rua local.

As fotos são compartilhadas pela administração municipal local, bem como pela unidade regional de Yunarmiya, a organização militar juvenil russa.


De acordo com a página VK do jardim de infância, as crianças ganharam o primeiro prêmio para a melhor participação no desfile. Durante sua apresentação, elas cantam “Katyusha”, a canção patriótica e folclórica que também é uma popular marcha militar.

Zaozyorsk está localizada na costa do Mar de Barents, a cerca de 50km a oeste da cidade de Murmansk e a cerca de 60km da fronteira com a Noruega. A cidade tem uma população de cerca de 10 mil, a maioria trabalhando para a Frota do Norte. Zaozersk abriga a base de submarinos Zapadnaya Litsa, incluindo o submarino multiuso de 4ª geração mais avançado da Rússia, a classe Yasen.

Zapadnaya Litsa é a base mais ocidental da Frota do Norte.

Jovens do Yunarmiya em Kirkenes, Noruega, em outubro de 2019.
(Atle Staalesen)


O crescimento militar da Rússia nos últimos anos foi acompanhado pela crescente militarização das crianças e jovens do país. O Yunarmiya (Exército da Juventude) do país agora totaliza mais de 800.000 membros.

Em um comentário anterior ao Barents Observer, Inna Sangadzhieva, Conselheira Sênior para a Rússia e Bielo-Rússia com o Comitê Norueguês de Helsinque, disse que o Yunarmiya alimenta as crianças com a retórica da guerra.

“Hoje, a Rússia é uma espécie de regime híbrido onde o comunismo acabou, enquanto seus elementos militarizantes permanecem. Como com o Yunarmiya.”

Inna Sangadzhieva explica como o movimento, que inclui crianças a partir dos 11 anos, ensina a serem patriotas, obedecerem ordens sem discutir e estarem pronto para sacrificar suas vidas.

“Muitos pais e organizações da sociedade civil, é claro, criticaram o Yunarmiya. As crianças se acostumam com a retórica da guerra desde cedo, como se fosse parte de uma preparação para a guerra.”


Bibliografia recomendada:

Civilização, guerra e chefes militares.
Coronel J.B. Magalhões.


Fonte:

Warfare blog


Nenhum comentário