Armas da Segunda Guerra – Avião de Caça Russo – YAK 3

Armas da Segunda Guerra


Avião de Caça Russo – YAK 3


A aviação russa, que teve destacada atuação na campanha bélica, contou entre seus me­lhores modelos com um que se evidenciou especialmente: o YAK-3.
Este avião desta­cou-se, em primeiro lugar, pelo seu bom acabamento. Especificamente, o YAK-3 era destinado a combates a baixa altura e, tam­bém, em estreita cooperação com o Exército. Resultava apto, portanto, para os ataques em voo rasante a objetivos terrestres. Sua altura ideal de rendimento em combate oscilava entre os 2 400 e 3 300 metros. Foi utilizado frequentemente como aparelho de escolta, e, muitas vezes, enquanto alguns dos YAK pro­tegiam os bombardeiros, outros se adianta­vam e metralhavam os objetivos que seriam, logo depois, atingidos pelos bombardeiros. O YAK-3 foi um bom avião dentro de sua categoria. Esteve, sem dúvida, à altura dos melhores do seu tempo.
As personalidades soviéticas que se destaca­ram no aperfeiçoamento técnico dos aviões, foram, durante o segundo período do conflito bélico, Sergei llyushin, Artem Mikoyan e Alexander Yakovlev. Pode-se dizer que esses três “domadores do ar” faziam do progresso técnico a sua religião.
Em 1942, a equipe de projetistas dirigida por Alexander Sergeivich Yakovlev, iniciou o aperfeiçoamento do caça YAK-1. Resultante desse trabalho, na primavera de 1943, deu-se a conhecer o primeiro modelo do YAK-3, cuja produção se iniciou meses mais tarde. O aparelho teve enorme aceitação entre os pi­lotos por suas excelentes qualidades de voo. Alguns consideraram o YAK-3, em muitos aspectos, superior ao Spitfire. A primeira atuação em combate do YAK-3 ocorreu no transcurso da grande ofensiva alemã, na re­gião de Ktirsk, na qual a Wehrmacht saiu derrotada. O YAK-3 contribuiu para assegu­rar a supremacia aérea soviética no campo da luta.
Este caça russo, foi, além disso, escolhido pêlos pilotos franceses da esquadrilha Nor-mandie-Niemen, que combateu na frente rus­sa, para integrar suas unidades. Com a cola­boração desses velozes aparelhos, os fran­ceses obtiveram muitas vitórias sobre a Luftwaffe.
CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
Monoplano
Trem de aterragem biciclo, retráctil
Motor Klimov, de l 220 H P, refrige­rado por líquido
Velocidade máxima: 600 km/h
Autonomia de voo de 3:00 hrs
En­vergadura: 9,06 m
Comprimento:8,35 m.
armamento:
Um canhão de 20 mm, com 120 tiros
Duas metralhadoras de 12,7 mm



Fonte:

SegundaGuerra.org


_______________________________________________________

O Guia do Atirador!  

 

Você já pensou em ter sua CR (Certificado de Registro)?

Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.


Clica na imagem e solicite seu manual!



_________________________________________________________


Nenhum comentário