As armas de fogo são fundamentais à sobrevivência

armas de fogo e à sobrevivência




Armas de fogo fundamentais para sobrevivência





Este texto tem como objetivo, orientar o leitor sobre a manutenção de armas de fogo, e sobre a caça de animais para a sobrevivência.

Várias empresas fabricam armas que combinam a caçadeira calibre .410 e a espingarda calibre .22. Uma arma deste tipo tem uma coronha oca que funciona como estojo para os canos e ainda deixa espaço para os cartuchos e para o estojo de limpeza. Contudo, a carga da caçadeira .410 tem um alcance eficaz de 18 m a 23 m contra aves pequenas e de 9 m a 14 m contra pequenos animais. Não gaste munições com tiros à distância.

A espingarda de calibre. 22 pode matar a distâncias superiores a 90 m, mas as possibilidades de atingir caça num ponto vital a distâncias superiores a 45 m são muito fracas.

Lembre-se de que a maior parte da caça é realmente abatida a distâncias inferiores a 45 m. A menos que não seja possível garantir um tiro certeiro a curta distância, nunca tente disparar a matar para lá dos 60 m. Tenha a certeza de que o seu primeiro tiro seja certeiro, pois poderá ser o ultimo nesse animal específico e a sua reserva de munições é limitada.

Não faça tiro rápido. Um só disparo fará o serviço, se corretamente apontado.




Faça fogo numa posição tão estável quanto possível. Lembre-se de que as espingardas de sobrevivência são leves e qualquer falta de firmeza da sua parte, devida à precipitação ou à excitação, fará o cano tremer. A posição de atirador
deitado é a melhor para um tiro estável, mas as posições de sentado ou de joelhos podem ter de ser usadas.


Utilize um tronco ou uma pedra para apoiar o cano sempre que possa, mas coloque a mão entre o apoio e o cano da arma, ou a arma poderá disparar à toa. Nunca dispare de improviso, a menos que o tempo o impeça de tomar outra posição.


Aponte a uma zona vital. A espádua ou o tórax é, provavelmente, o melhor ponto para caça grossa e média. Não dispare a não ser que tenha um ponto vital na mira.


Não confie no seu primeiro tiro mesmo que o animal pareça ter caído morto. Recarregue a arma imediatamente sem tirar os olhos do animal.


Procure o rasto de sangue se o animal fugiu depois do primeiro tiro. Se encontrar sangue, espere trinta minutos antes de segui-lo. Os animais feridos podem deitar-se e entorpecer se lhes for dado tempo.
As armas tipo sobrevivência são fabricadas para satisfazer as condições de sobrevivência, mas requerem cuidados para funcionar quando precisar delas. Mantenha a sua arma limpa. Se possível, tape-a quando não estiver em uso.

Mantenha os mecanismos, paredes da caixa da culatra e especialmente o cano limpo e livres de óleo, pó, neve ou lama. Se o cano estiver obstruído pela lama, neve ou qualquer outra substancia estranha, limpe-o antes de disparar. Nunca tente disparar para desobstruir o cano - este rebentará.

Nunca use a sua arma como uma moca, martelo ou pé-de-cabra. A sua arma é um instrumento de precisão do qual pode depender a sua vida.

Não lubrifique a sua arma em excesso. Algumas gotas nas partes móveis são suficientes.

Um pedaço de trapo atado a um cordel puxado pelo interior do cano é um substituto da vareta e da mecha de limpeza.
Se tiver de fazer uma limpeza completa ao cano e não tiver dissolvente para a pólvora, despeje água a ferver no cano pelo lado da culatra. Limpe o excesso de água passando um trapo atado a um cordel pela alma do cano, e o cano quente secará por si.


Fonte:





Nenhum comentário