GLOCK G44 A NOVA ARMA DA FABRICANTE AUSTRÍACA

A NOVA ARMA DA FABRICANTE AUSTRÍACA


A Glock G44




A Glock anunciou no dia, 10/12/2019 em um evento transmitido online seu mais novo modelo de pistola que passará a ser comercializado pela empresa, a G44.
______________________

Antes do texto, quero te apresentar um de nossos produtos:
O Guia do Atirador!  


"Afinal, isso aqui não é um blog comunista." 


Você já pensou em ter sua CR (Certificado de Registro)?

Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.


Clica na imagem e solicite seu manual!



______________________




Glock G44
Nova Glock G44 em calibre .22 LR
A empresa vem anunciando desde o dia 26/11/2019 o evento intitulado “Something Big is Coming” (Algo grandioso está por vir – tradução livre) e também “Something Legendary is Coming” (Algo Legendário está por vir – Tradução livre) e por isso, muitos fãs da marca acreditaram que o lançamento seria algo revolucionário, inovador e diferente. Alguns apostaram em alguma pistola na plataforma 1911, outros imaginaram que seria algum fuzil diferente, carabina ou submetralhadora, e outros usuários ainda fizeram graça, dizendo que provavelmente seria apenas mais um modelo com mudanças estéticas, como o retorno dos finger grooves (sulcos) no cabo da arma. E novamente a Glock não nos surpreende e lança uma pistola Glock, como outra qualquer, mas em calibre .22 LR, o modelo G44.

GLOCK G44


O modelo G44 possui exatamente o mesmo design das já conhecidas pistolas Glock, com a mesma manga, acabamento, serrilhado e chanfrado na parte da frente do ferrolho assim como ocorre nas recentes pistolas da Geração 5, inclusive suas dimensões e peso de gatilho são os mesmos do modelo G19 Gen5 em calibre 9mm. Algo diferente entre a G44 e as demais pistolas Glock é o seu ferrolho híbrido, onde apenas seu trilho é de aço e todo o resto é de polímero, característica adotada para que o ferrolho ficasse leve o suficiente para ciclar com os disparos de .22 LR de diferentes qualidades e marcas, pois esse é um dos calibres que mais sofre com esse tipo de interferência. A pistola ainda tem uma versão com cano já rosqueado para ser utilizado supressor de ruídos, mas não possui nenhum tipo de sistema que facilite o uso de RedDots ou outros aparelhos ópticos de pontaria.





É possível verificar que o trilho em aço do ferrolho é enxertado no corpo do ferrolho que é em polímero. Foto publica por: TFB

De acordo com blog americano “TheFirearmsBlog“, que tiveram a oportunidade de testar Glock G44 alguns meses antes de seu lançamento oficial, o modelo oferece pouco recuo e é operado exatamente da mesma forma que os já conhecidos modelos, pois foi construída baseada no modelo G19 Gen5. Esse tipo de característica pode servir também para treinamento de novos atiradores e até mesmo de policiais e militares, podendo ser usada como uma arma com calibre mais baixo e mais barato, reduzindo significativamente o custo da munição e tendo exatamente a mesma operação de uma arma de defesa ou operacional, ou seja, o novo operador pode aprender a utilizar e a atirar com uma arma idêntica com custo baixo de munição, e posteriormente evoluir para sua arma de trabalho em calibre maior e mais caro.





Glock G44 Desmontada. Foto tirada por: My CCW News





INOVAÇÕES?






Glock G44 com cano rosqueado. Foto tirada por: Glock


Apesar de ter sido anunciado pela Glock como algo inovador fabricar armas em calibre .22 LR idênticas aos modelos operacionais em calibres maiores, isso não é novidade no mercado, vejam que a própria IMBEL, por exemplo, chegou a vender seu fuzil FAL em calibre .22 LR para o Exército Brasileiro com exatamente esse propósito. A Sig Sauer também possui seu fuzil Sig 522 em calibre .22 LR que é a copia exata do Sig 556 em calibre 5,56x45mm. Algumas marcas vendem ainda kits de conversão para o calibre .22 LR, para que não seja necessário comprar um armamento único nesse calibre, basta trocar partes simples do armamento para que ele se transforme em uma arma de calibre mais baixo e mais barato, reduzindo ainda mais o custo de instituições e atiradores que desejam usar este calibre, pois não há a necessidade de comprar uma arma nova. A própria IMBEL vende este kit para seu fuzil IA2 em 5,56x45mm e a Taurus também vendia este tipo de kit nos EUA para suas pistolas da série 800.




Glock G44 e Glock G19 Gen5 lado a lado. Foto tirada por: My CCW News




A inovação apresentada pelo modelo G44 foi para a marca em si, pois é a primeira vez na história que a Glock produz uma arma usando calibre de fogo circular, porém o armamento por si só não teve absolutamente nada de “inovador”, “grandioso” ou “legendário” e acredito que, assim como eu, muitos admiradores das armas de fogo ficaram frustrados, já que a G44 não passa do mesmo modelo fabricado há mais de 30 anos, porém, em calibre .22 LR.

Fonte:




Um comentário:

  1. A Taurus saiu na frente e lançou a TX , no mesmo calibre, com capacidade para cartuchos.

    ResponderExcluir