Header Ads

ad

Koalitsiya-SV 152-mm 8×8 - O autopropulsado sobre rodas russo

Koalitsiya

Koalitsiya-SV 152-mm 8×8




Rustam Moscou 
Texto adapatação:  
E.M.Pinto Plano Brasil


A KAMAZ apresentou em setembro de 2013 na feira militar REA-213 (Russian Expo Army-2013) em  Nizhny Tagil, o novo obuseiro autopropulsado sobre rodas Koalitsiya-SV, de 152-mm. Montado sobre  o chassis de 4 eixos KAMAZ, a nova arma atende a solicitação do Ministério da Defesa Russo que lançou um programa de substituição gradual de seu arsenal  armas de artilharia autopropulsadas sobre rodas.
O Koalitsiya-SV foi desenvolvido pela Nizhny Novgorod Research Institute “Petrel”, e será produzido nas instalações da  “MZ” em Perm, Urais. O porta-voz da KAMAZ Oleg Afanasyev, disse que o novo obuseiro será baseado no chassis de 4 eixos do veículo  KAMAZ-6560, o mesmo modelo que equipa as baterias de defesa antiaéreas Pantsyr-S1. Segundo ele o chassis sofreu pequenas alterações para acomodar a torre do Koalitsiya-SV, o que  inclui um motor mais potente e uma estrutura reforçada para suportar o recuo do canhão de 152mm.
O chassis kamaz 6560 é o mesmo que equipa as baterias de sistemas Pantsyr S1, entretanto, o modelo utilizado no sistema  Koalitsiya, sofrerá ligeiras modificações, para suportar o recuo do pesado canhão e suas especificidades.
O chassis Kamaz 6560 é o mesmo que equipa as baterias de sistemas Pantsyr S1, entretanto, o modelo utilizado no sistema Koalitsiya, sofrerá ligeiras modificações, para suportar o recuo do pesado canhão e suas especificidades.

De acordo com Afanasiev, o protótipo do Koalitsiya-SV já  foi enviado para Perm, nos Urais, onde serão introduzidas as torres de artilharia dos veículos de série. As avaliações do sistemas serão conduzidas num amplo programa de testes que será iniciado este ano e tem data prevista para durar até o final de 2015, antes de obter a aprovação formal e entrada em produção seriada.

O novo obuseiro, segundo relatos, será totalmente automatizado, ou seja, a equipe estará protegida durante as operações  no interior da cabine blindada. O carregamento das munições será totalmente remoto e automático, desta forma, além da proteção à tripulação, isto permitirá reduções nos tempos de preparo, armamento e disparo dos veículos. Permitindo ainda mobilizações em tempos mais reduzidos.
Esta prática aumenta a sobrevivência das baterias que poderão se mover mais rápido após os disparos, parando e realizando mais disparos em tempos menores e assim, dificultando o trabalho dos sistemas de localização e ataque que buscam destruí-las.
Fontes do Ministério da Defesa Russo informaram que os obuseiros serão  adotados em primeira instância, pelas brigadas de assalto aéreo e de montanha, onde a mobilidade e alta velocidade em deslocamentos pelas estradas assim o exigem. A padronização de chassis alivia também os elevados custos de manutenção hoje vigentes devido as variedades e gerações de diferentes veículos de transporte hoje em operação. Entretanto, as brigadas pesadas serão equipados com o sistema auto propulsado sobre lagartas, um veículo blindado muito mais pesado.

2S35_armata
As brigadas pesadas serão equipados com o sistema auto propulsado sobre lagartas, um veículo blindado muito mais pesado




____________________________________________________________


O Guia do Atirador!  

 

Você já pensou em ter sua CR (Certificado de Registro)?

Com o Guia do Atirador, você terá um passo a passo para solicitar seu CR junto ao Exército Brasileiro sem necessidade de contratar despachantes caros.


Clica na imagem e solicite seu manual!






____________________________________________________________



Nenhum comentário