Header Ads

ad

Limpando sua pistola – Regra Básica

Imagem relacionada

Limpe todos os componentes usando alguns panos, mas um pano que não solte fiapos não é necessário.
  • Remova o máximo que puder das crostas grossas de carbono criadas pela fricção do uso e da queima de pólvora. Também limpe qualquer óleo velho e pólvora não queimada que possa ter acumulado.
  • Limpe bem o interior do pente, o ejetor, os trilhos e a área ao redor da câmara. Você verá que algumas áreas deixam o pano bem preto (limpe mais estas áreas).
  • Neste passo, não é necessário precisão; limpe rapidamente.
Aplique solvente (preferivelmente um que seja seguro para entrar em contato contínuo com sua pele) em todos os componentes possivelmente sujos.
  • A maioria dos fabricantes criam componentes (até mesmo o polímero) para serem usados com qualquer sorvente, mas verifique se não há nenhuma restrição.
  • Não é necessário uma quantidade grande de solvente.
Deixe o solvente agir por alguns minutos. Certifique-se de que qualquer área com sujeira, crosta de carbono ou pólvora esteja embebida em solvente.
Escove toda a arma (com uma escova sem cerdas de metal; use algo como uma escova de dentes). Isso ajuda o solvente a amolecer as crostas na arma. Tente escovar todas as reentrâncias.
Limpe a arma com um pano que não solte fiapos (você pode comprar fanelas, mas uma camiseta velha de algodão ou meias também funcionam).Passe em todos os lugares onde você pôs solvente (basicamente em toda a arma) e limpe até que ela esteja seca.
Limpe novamente toda a arma (dentro e fora) com um pano sem fiapos embebido em solvente e procure novamente por quaisquer áreas que deixem o pano preto e as limpe.
Use o palito para remover quaisquer crostas de carbono ou pólvora, ou material acumulado em partes de difícil acesso da arma.
  • A parte mais comum com depósitos de carbono é a câmara. O acúmulo acontece nos cantos das partes de metal.
Use uma escova com cerdas para remover qualquer crosta solta no cano.
  • Limpe o cano completamente pelo menos cinco vezes (mais se você atirou bastante desde a última limpeza).
  • Certifique-se de não mudar a direção da escova com ela dentro do cano. Ao invés disso, empurre ela até o fim do cano, depois puxe de volta (deixando que as cerdas mudem de direção fora do cano).
Esfregue o cano com um pano embebido em solvente. repita com panos limpos (embebidos em solvente) até que o pano saia limpo. Depois esfregue com um pano embebido em óleo, esta camada de óleo irá proteger seu cano da oxidação (ferrugem).
Passe óleo em todos os componentes que precisam de lubrificação.Geralmente o manual da arma terá indicações de áreas específicas que precisam de óleo, mas uma olhada rápida onde a arma está se desgastando dará a você uma boa indicação de onde aplicar o óleo.
Depois de uma limpeza profunda, o próximo passo para limpar sua arma de fogo é lubrificá-la adequadamente. A lubrificação é tão importante, se não mais importante que a limpeza. Para prevenir que sua arma fique com defeito, a lubrificação adequada é essencial e isso protege as partes de metal da corrosão. Quando estiver decidindo que tipo de lubrificante usar, é bom entender o que você está querendo atingir. Os objetivos principais são prevenir o desgaste e a corrosão. Saber quais condições causam isso, irá ajudar você a decidir o que usar para manter sua arma funcionando bem. As armas de fogo produzem forças de impulso altas quando são disparadas. Estas forças geralmente fazem com que a camada de óleo entre as duas partes seja espremida para fora, resultando na fricção, que causa o desgaste. Para prevenir isso, as empresa adiciona sólidos microscópicos que fornecem uma “proteção”. Basicamente, é mais difícil remover sólidos microscópicos, do que é remover um líquido. Os produtos que fornecem essa proteção são chamados de aditivos “anti-desgaste” (anti-wear) ou “pressão extrema” (extreme pressure) (AW/EP), então procure por eles nos óleos para armas de fogo.
  • Certifique-se de passar óleo nas partes que giram, como a base do cão ou o gatilho.
  • Tente manter o óleo longe das aberturas do pino de disparo (o óleo junta poeira e acumula a pólvora e qualquer acúmulo pode impedir que ele dispare).
Depois de passar óleo em sua arma, um pouco de graxa deve ser usado nas partes deslizantes. O uso de graxa tem sido discutido frequentemente online, mas já que é um conceito novo, muitos ainda não tentaram. Fabricantes renomados estão recomendando o seu uso, especialmente nos trilhos do corpo de pistolas automáticas.
  • A graxa é melhor utilizada nas partes que deslizam, já que estes tipos de partes costumam a perder o óleo rapidamente. Confome as partes deslizam para frente e para trás, o óleo é empurrado para fora do caminho, deixando o metal exposto. A graxa foi feita para permanecer no lugar e graxas de boa qualidade mantém as partes deslizantes cobertas. O poder de fixação da graxa mantem as partes protegidas mesmo depois do uso contínuo.
  • Certifique-se de que a graxa que você está usando seja segura para os metais nos quais você a está usando. As graxas à base de alumínio ou lítio são as melhores (compostos de cloro não são aceitáveis).
  • Certifique-se de que a graxa é fina o suficiente para que você não iniba a ação da arma. Procure também por boas características de trabalho a frio, resistência a ácidos/alcalinos e água (especialmente água) e que preferivelmente não manche (manchas pretas de graxa em sua camisa e calças não são atraentes).
  • Não se esqueça de lubrificar os trilhos do slide e as estrias na qual o trilho passa no corpo da arma e no slide.
  • Use um bom óleo anti-corrosão para aplicação geral e uma graxa à base de alumínio nas partes deslizantes da sua arma de fogo e você irá mantê-la funcionando bem por gerações.

Fonte:




Um comentário:

  1. Anônimo12:29 PM

    PENTE???
    Por favor, vamos parar de usar esse tipo de nomenclatura, o correto é, e sempre
    será, CARREGADOR! Pente só existe o de pentear cabelo. kkkk
    Assim como se usa "BALA" para se referir a MUNIÇÃO, "AGULHA" para se referir a
    CÂMARA ou PERCUSSOR da arma, e por ai vai...
    Vamos ser mais profissionais e começar a utilizar os termos da maneira correta, de maneira técnica, temos que acabar com esses vícios, principalmente no que se refere a nomenclatura de armas.

    ResponderExcluir